search

Catálogo da HAM-LET

Download do catálogo

Universidade Online

Form. de consulta téc.

Serviço COT online

Limpeza padrão 8184

Procedimento operacional padrão da HAM-LET (P.O.P. # 8184 rev 0)

para componentes e partes de limpeza e embalagem

1. Escopo

Este P.O.P. documentado descreve um pequeno conjunto de orientações, exigências e definições para os processos finais de limpeza, lubrificação, montagem e embalagem dos produtos e componentes padrão da Ham-Let, assim como os métodos e práticas aplicados para atender a estas exigências. Os produtos padrão da Ham-Let são designados apenas para aplicações industriais. O P.O.P. da Ham-Let cobre os procedimentos industriais básicos e relevantes. É altamente recomendado que o criador do sistema ou o usuário (fabricante, OEM, S/C ou usuário final) revise esta especificação para determinar se é adequada para suas exigências particulares de aplicação.

2. Objetivo

Os objetivos desta especificação são:

2.1.

Garantir a ausência de resíduos de óleo e graxa ou qualquer substância contaminante nas superfícies de produtos e componentes padrão Ham-Let, como manchas de qualquer natureza, marcas, sujeira, rebarbas, descoloração forte, etc., antes da montagem final ou do estágio de embalagem.

2.2.

Garantir que a Ham-Let forneça a seus clientes peças fabricadas com alta qualidade, adequadamente limpas, montadas, embaladas e prontas para exploração, com o intuito de garantir sua funcionalidade para o cliente final.

3. Aplicações / referências

3.1.

Padrão de referência: ASTM A 380.

3.2.

Todos os componentes individuais devem ser limpos de acordo com as especificações de referência acima citadas antes do acondicionamento e embalagem.

3.3.

Todas as peças e componentes individuais e limpos devem estar protegidos de sujeira, óleo, graxa, etc. durante o período entre a limpeza e o acondicionamento ou embalagem.

4. Exigências gerais das especificações

Essas especiações definem as diretrizes e exigências básicas para os procedimentos de limpeza para a remoção de sujeira, partículas soltas, óleos de corte, graxa e outros contaminantes que normalmente ficam sobre produtos e componentes, resultantes dos métodos de fabricação industrial.

4.1.

Produtos montados devem estar com propriamente lubrificados, como exigidos pelas especificações do produto.

4.2.

Produtos finalizados devem estar adequadamente embalados em uma embalagem limpa e seca. Todos os sacos, quando utilizados, devem ser colocados em caixas para proteção durante o transporte, manuseio e armazenamento. Todas as embalagens devem estar marcadas para fácil identificação.

5. Prática do processo de limpeza

5.1.

Todos os componentes, peças e produtos devem estar completamente limpos para que haja a remoção de sujeira, óleo e gordura, manchas, partículas soltas e marcas de qualquer tipo subsequentes do processo de fabricação, que podem permanecer após o processamento.

5.2.

Algumas ligas de cobre (isto é, latões e bronzes) devem passar por um processo química de imersão em uma solução acídula para remover marcas e manchas das superfícies exteriores. Ligas de cobre que não forem expostas à solução acídula devem ser propriamente limpas através de vários métodos de desengorduramento.

5.3.

Componentes limpos devem ser protegidos durante o armazenamento.

6. Práticas de lubrificação, montagem e testagem

6.1.

Diversos métodos e soluções de proteção, como lubrificantes e revestimentos, devem ser aplicados a roscas, superfícies de contato, O-rings, vedações, etc., assim como produtos e componentes, para inibir danos, reduzir o desgaste e atrito e garantir a vedação adequada respectivamente. Os métodos de proteção e lubrificação são utilizados de acordo com as especificações específicas do produto para garantir o funcionamento adequado.

6.2.

Lubrificantes e revestimentos podem variar:
a. Contendo hidrocarboneto (compostos C-H).
b. Contendo halocarbonetos (Compostos de halogênios - C).
Todos os compostos podem conter aditivos inorgânicos ou halogêneos lixiviáveis.

6.3.

O acondicionamento dos produtos deve ser conduzida em uma área limpa, seca e especialmente construída para este fim, com atmosfera controlada para prevenir a presença de poeira ou outro tipo de contaminação da atmosfera.

6.4.

O teste de pressão dos produtos relevantes deve ser desempenhado com ar seco limpo, nitrogênio (N2) ou hélio (He), conforme o exigido nas especificações do produto. Independentemente dos métodos de testagem, todos os produtos testados devem ser secos adequadamente após a conclusão da fase de testes.

6.5.

Quantidades padrão dos produtos finalizados devem ser empacotadas em caixas de papelão, usando o material de proteção adequado para protegê-los de contaminação durante o transporte e o armazenamento.

6.6.

Roscas macho expostas devem ser encapadas, quando necessário, para sua proteção.

6.7.

Todas as caixas devem ser identificadas com os dados definitivos dos itens e processos.

7. Miscelânea

7.1.

Solventes CFS não devem ser utilizados, em nenhum estágio, para limpeza.

7.2.

A ideia fundamental deste P.O.P. é fornecer uma ferramenta de medição geral para a limpeza de um produto e não revisar seu histórico de produção. Deve ser observado, obviamente, que todos os componentes e produtos padrão da Ham-Let são limpos repetidamente durante o processo de fabricação para que um certo nível de limpeza dos produtos finalizados seja alcançado.

HAM-LET Movie

Série de atuadores pneumáticos

Engenheiros, designers e fabricantes que lidam com design em fluxo e engenharia de válvulas têm em sua maioria uma necessidade essencial de entender os aspectos e os processos de usar um produto em especial.
Leia mais ››

 
Novo serviço COT online

Faça download do COT online (Certificado de Teste, para produtos Ham-Let). Esse serviço está disponível apenas para usuários autorizados registrados.
Leia mais ››